Reportagem no Apartamento do Chiado em Lisboa realizada em 2017. Projecto Commerzn
PT Uma casa feita de memórias, composta por uma narrativa de espaços de diferentes áreas e proporções, com um pé direito alto abobadado e com uma conexão entre si directa e eficaz. Várias feridas e cicatrizes das enumeras utilizações e vivências são visíveis em cada momento, muito mais profundas do que as remanescências superficiais que o encerramento perlongado trás.
As primeiras visitas começavam a ser esclarecedoras para a construção de uma nova etapa da vida daquele espaço, que segundo consta nos registos disponíveis, é datado de 1722 (pre- pombalino) e resistiu a várias etapas da história da cidade, entre elas o grande terramoto (1755).
O projecto foi construído sobre duas premissas: o programa a definir e a estratégia de restauro e preservação de cada elemento, cada detalhe, que pertencia ao legado daquele lugar. Foi um processo de proximidade, um projecto verdadeiramente resolvido passo-a-passo, em estreita relação com a obra. Nos vários meses passados, foram sendo descobertos tesouros indeléveis que moldaram o resultado final: Azulejaria do século XVIII nos rodapés, abobadas de tijolo maciço, blocos de pedra da muralha Fernandina, as portadas originais, etc.
A nova história que se constrói para este lugar pretende ser cuidada e essencial, assentando sobretudo nos detalhes, nos materiais e na tecnologia para melhorar a vivência e permanência nos diferentes espaços. A luz artificial enaltece cada memória preservada, os materiais e acessórios são sóbrios para que não se sobreponham ao existente.
Um lugar com memórias, que permita que a nova vivência esteja em simbiose com as camadas de história que moldam o espaço.
EN A house made of memories, composed of a narrative of spaces of different areas and proportions, with a high vaulted ceiling and a direct and effective connection between them. Several wounds and scars from the many uses of the space are visible at every moment, much deeper than the superficial remnants that the prolonged closure brings.
The first visits began to be enlightening for the construction of a new stage in the life of that space, which, according to the records available, dates back to 1722 (pre-pombaline) and resisted several stages of the city's history, including Lisbon’s great earthquake (1755).
The project was built on two premises: the program to be defined and the strategy of restoration and preservation of each element and detail, that belonged to the legacy of that place. It was a process of proximity, a project truly solved step-by-step, in close relation with the construction. Over the past several months, indelible treasures have been discovered that shaped the final result: 18th century tiles in footers, massive brick vaults, stone blocks from the Fernandina wall, the original wood shutters, etc.
The new history that is built for this place intends to be cared and essential, based mainly on details, materials and technology to improve the experience and permanence of it’s different spaces. Artificial light enhances every memory preserved, materials and accessories are sober so they do not overlap the existing space.
A place with memories that allows the new experience to be in symbiosis with the layers of history that shape space.

visite também

Back to Top