Fotoreportagem no Escritório Eurogroup Consulting em Lisboa realizada em 2018. Projecto assinado por SER-ra.
PT A primeira visita ao sítio revelou um espaço amplo, fortemente marcado pela existência de pilares, uma parede curva e a possibilidade de um tecto em duas águas, prometido por uma fenda no antigo gesso cartonado.
O projecto consiste na divisão dos escritórios em três partes, resultantes das necessidades programáticas e das características pré-existentes do espaço. A articulação entre elas constitui uma sequência que se inicia no espaço comum e termina no espaço privado, definindo percursos que garantem o bom funcionamento do conjunto.
O percurso inicia-se, neste sentido, no espaço que contém a recepção, a zona de espera e as salas de reuniões. As salas de reuniões, separadas da recepção por divisórias de vidro, são forradas por uma cortina de ripado de madeira que, num gesto orgânico, contorna a parede curva pré-existente e esconde os pilares, conferindo homogeneidade e a sensação de continuidade ao espaço. Segue-se a zona lounge, através da qual se acede à copa e às instalações sanitárias, que constitui um espaço híbrido de encontro entre colaboradores e visitantes. A continuação do percurso leva-nos ao espaço de trabalho, encarado como se de uma casa se tratasse e para o qual é resgatado o tecto em duas águas. A sequência termina na privacidade dos escritórios.
The first visit to the site revealed a wide space, strongly marked by the existence of pillars, a curved wall and the possibility of a ceiling in two waters, promised by a crack in the old plasterboard.
The project consists of dividing the offices into three parts, resulting from the programmatic needs and the pre-existing characteristics of the space. The articulation between them constitutes a sequence that begins in the common space and ends in the private space, defining paths that guarantee the good functioning
 The route begins, in this sense, in the space that contains the reception, the waiting area and the meeting rooms. The meeting rooms, separated from the reception by glass partitions, are lined by a curtain of wood slat that, in an organic gesture, skirts the pre-existing curved wall and hides the pillars, giving homogeneity and sense of continuity to the space. Next is the lounge area, through which you can access the glass and sanitary facilities, which is a hybrid space for meeting employees and visitors. The continuation of the route leads us to the work space, which is considered as if it were a house and for which the ceiling is rescued in two waters. The sequence ends in the privacy of the offices.

visite também

Back to Top